Agricultura 4.0 pode ser alavanca da economia nacional em meio a pandemia e alta do dólar

Otimização de recursos e insumos por meio de soluções tecnológicas pode ser forte aliada no cenário atual

28 abril 2020

A alta do dólar - que atingiu o maior pico da história em abril ao fechar em R$5,70 - somada às restrições  tomadas em função da pandemia da COVID-19, tem transformado o agronegócio em escala global. 

Para alguns setores, como o da soja, as condições atuais se tornaram positivas. A exportação para a China, com a moeda americana nesses patamares, já atingiu 35% para a safra 2020/21 contra a média de 15% para este período. Entretanto, para produções como as de café e cana-de-açúcar, ocorre o oposto e já causa preocupações. Nos Estados Unidos, país de maior consumo de gasolina no mundo, as cotações do combustível estão em queda desde março, quando caíram 32% e atingiram o menor nível já registrado. 

Tanto para os mercados que têm se expandido durante a crise quanto para os que sentem dificuldades com o atual momento, o uso de tecnologias embarcadas pode ser uma forma de manter a competitividade e reduzir custos, algo sempre buscado pelos produtores e empresas agrícolas. Através da otimização de recursos e insumos, as produções conseguem evitar desperdícios e utilizar, da melhor forma, o solo, os fertilizantes e a matéria-prima. 

"A tecnologia é uma forte aliada do agronegócio, não importa o setor ou o momento. Estamos falando de melhor aproveitamento do trabalho como um todo, seja para aumentar vendas com melhor custo-benefício ou para manter-se no mercado atualmente instável", avalia Bernardo de Castro, presidente da divisão de Agricultura da Hexagon.

A empresa é referência  global em soluções digitais, oferecendo ferramentas tecnológicas que otimizam todas as etapas agrícolas, do planejamento do cultivo ao transporte da colheita. Ainda na visão do presidente, "soluções digitais conectam e sincronizam todos os processos agrícolas, resultando em mais produtividade e lucratividade para as fazendas". 

"Precisamos pensar de forma ampla. Neste momento, o bom desempenho da agricultura poderá não somente garantir a normalidade no abastecimento de alimentos, mas também ajudar a amenizar a crise econômica proveniente da pandemia do novo coronavírus. Garantir as produções agrícolas será uma forma de contribuir para a estabilização da economia e frear a queda do Produto Interno Bruto", aponta. 

Outra vantagem da tecnologia agrícola é a de manter agriculturas familiares e pequenos fabricantes no círculo competitivo. "Neste tempo de contenção de caixa, adaptar e modernizar o maquinário existente pode ser a solução para promover grandes economias com insumos e eficiência dos processos, explica. 

Segundo o Bernardo de Castro, a tecnologia embarcada para fabricantes de tratores e implementos tem o objetivo de transformar o maquinário em "verdadeiras ferramentas tecnológicas para eficiência agrícola", encerra.

Interessado em nossas soluções?

Preencha este formulário para solicitar uma demonstração e descubra como você pode se beneficiar com a digitalização da agricultura.